brand

Curso de Arrais Amador – Sinalização Náutica

Curso de Arrais Amador

Capítulo 3
Manobras de Embarcações

APRESENTAÇÃO

Outros leitores também se interessaram por:
Boné de Arrais Amador
Deal

Boné de Arrais Amador

Navegue com muito mais estilo com o boné exclusivo do Clube do Arrais! Na compra de dois ou mais bonés, use o cupom BONE12  e ...

sem comentários 2 anos atrás Clube do Arrais Amador

R$ 40,00

Boné de Mestre Amador
Deal

Boné de Mestre Amador

Navegue com muito mais estilo com o boné exclusivo do Clube do Arrais! Na compra de dois ou mais bonés, use o cupom BONE12  e ...

sem comentários 1 semana atrás Clube do Arrais Amador

R$ 40,00

O Brasil, como país membro da Associação Internacional de Autoridades em Auxílios à Navegação e Faróis (AISM/IALA) adotou, para as Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB), por meio do Decreto 92.267/86 o Sistema de Balizamento Marítimo –Região “B” recomendado por aquele organismo.

Esse sistema de balizamento marítimo obedece à “Direção Convencional do Balizamento”, como foi definida no Item 0205 e os sinais náuticos utilizados obedecem às regras gerais de identificação definidas no Item 0206.
São cinco (5) as categorias básicas de sinais náuticos que compõem o referido sistema:
a) Sinais Laterais;
b) Sinais Cardinais;
c) Sinais de Perigo Isolado;
d) Sinais de Águas Seguras; e
e) Sinais Especiais. (Extraído da NORMAM-17/DHN).

Apresentamos aqui, de forma resumida e ilustrada, algumas informações importantes que devem ser observadas pelos navegantes, especialmente aqueles que desejam habilitar-se na categoria de ARRAIS AMADOR.

 

BALIZAMENTO

É o conjunto de regras aplicadas aos sinais fixos e flutuantes, visando indicar as margens dos canais, as entradas dos portos, de rios, ou de qualquer via navegável, além de delimitar as áreas perigosas ou perigos isolados. Entretanto, não se aplica a faróis, barcas faróis, sinais de alinhameno e bóias gigantes.

BALIZA

É o sinal visual cego com haste de cor, forma e marca de tope, em função da indicação que deva transmitir ao navegante.

 

BÓIA

Equipamento flutuante, que pode ou não conter luz, fundeada por ferros e amarras em locais previamente determinados, a fim de indicar o caminho a ser seguido.

IDENTIFICAÇÃO DOS SINAIS

DURANTE O DIA

Durante o DIA, os sinais são identificados pela MARCA DE TOPE, FORMA E COR.

 

DURANTE A NOITE

À noite, os sinais são identificados pelo rítimo de apresentação e cores das luzes.

SINAIS VISUAIS LUMINOSOS

BÓIA LUMINOSA

É todo dispositivo flutuante exibindo luz com alcance inferior a 2 milhas.

 

Imagem: Freepick.com.

FAROLETE

É toda armação ou coluna instalada em portos, baias, canais, etc… exibindo luz com alcance inferior a 10 milhas.

FAROL

Construção onde está instalado equipamento que exibe forte luz de alcance maior que 10 milhas.

 

RACON

Sinal náutico emitido em forma de código morse para a tela do radar.

Observações Importantes:

– As alterações ocorridas nas caracteríticas de determinado farol são comunicadas aos navegantes através dos AVISOS AOS NAVEGANTES
– O setor de visibilidade de um farol é o ÂNGULO DE PROJEÇÃO DA LUZ.
– Lampejo (LP): Ocorre quando, no decurso de um período, a duração da luz é MENOR do que a obscuridade.
– Ocultação (OC): Ocorre quando, no decurso de um período, a duração da luz é MAIOR do que a obscuridade.

Sistema de Balizamento Marítimo A e B da IALA

– IALA significa Associação Internacional de Sinalização Náutica.
– No Brasil, o órgão responsável pela implementação e alteração do balizamento é a DIRETORIA DE HIDRGRAFIA E NAVEGAÇÃO (DHN) (a DHN é um órgão da Marinha do Brasil).
– À DHN compete a responsabilidade de estabelecer normas para funcionamento de Sinais Náuticos em águas sob jurisdição nacional.
– A numeração do balizamento de canal segue a ordem crescente, a partir da entrada do canal.

A região de Balizamento que engloba o Brasil é chamada REGIÃO “B”.
A diferença no balizamento das regiões “A” e “B” está nos sinais Laterais.

SINAIS LATERAIS

São aqueles empregados para definir as margens de um canal ou uma via navegável recomendada, segundo a direção convencional do balizamento.

Entrada de Porto -Procedimento ao avistar os sinais laterais de BB e de BE

 

ENTRADA DE PORTO DURANTE O DIA.

Quem vem do mar, entra num canal deixando o sinal encarnado por BE e o verde por BB.

 

ENTRADA DE PORTO DURANTE A NOITE.

Quem vem do mar, entra num canal deixando a LUZ encarnada por BE e a LUZ verde por BB.

 

Dicas Importantes
– Ao avistar uma baliza por Boreste mostrando um triângulo encarnado significa que se está SUBINDO O RIO.
– As bóias que devem ser utilizadas para demarcar um canal de acesso a um determinado porto devem ser as PINTADAS DE VERDE E AS PINTADAS DE ENCARNADO, em conjunto.
– Quando ao lado das características de um farol a sigla SG, significa que o farol é SEM GUARNIÇÃO.
– No Brasil, a direção convencional do balizamento é sempre VINDO DO MAR. No caso da navegação Fluvial é SUBINDO O RIO.
– Além dos sinais que indicam aos navegantes as ações a empreender para manter-se no canal, as regras para o Balizamento Fluvial prevêm, ainda, SÍMBOLOS para a indicação de PERIGO ISOLADO e BIFURCAÇÃO DE CANAL.
– No Balizamento Fluvial e Lacustre, caso uma travessia mais difícil ou um trecho do rio realmente crítico à navegação exijam sinais luminosos, os sinais da margem esquerda exibirão LUZ ENCARNADA.
– A numeração de canais é uma só para todo o balizamento, quer se trate de bóias cegas (sem luz), bóias de luz ou faroletes. O balizamento ENCARNADO e o VERDE receberão, respectivamente, números ÍMPARES e PARES.

Canal preferencial a Bombordo. Imagem: reprodução / NORMAM-17

O Sinal lateral de CANAL PREFERENCIAL A BOMBORDO, indica ao navegante que o canal preferencial, em uma bifurcação, está a bombordo.

 

Canal preferencial a Boreste. Imagem: reprodução / NORMAM-17

O Sinal lateral de CANAL PREFERENCIAL A BORESTE, indica ao navegante que o canal preferencial, em uma bifurcação, está a boreste.

 

Perigo Isolado. Imagem: reprodução / NORMAM-17

SINAL DE PERIGO ISOLADO

Cego ou luminoso, é estabelecido nas proximidades ou sobre um perigo considerado isolado, que tenha águas navegáveis em toda a sua volta.

 

– NOVOS PERIGOS: São perigos ainda não registrados na Carta Náutica.
– Utiliza-se BALIZAMENTO DOBRADO (duplicado), com dois sinais iguais, para um perigo isolado ainda não registrado na Carta Náutica.

 

Águas Seguras. Imagem: reprodução / NORMAM-17

SINAL DE ÁGUAS SEGURAS

Cego ou luminoso, é empregado para indicar a existência de águas navegáveis em todo o seu entorno, o meio de um canal, um ponto de aterragem ou um ponto de espera.

 

Sinal Cardinal. Imagem: reprodução / NORMAM-17

SINAL CARDINAL

É aquele empregado para indicar ao navegante o quadrante da rosa-dos-ventos que possui águas seguras –norte (N), leste (E), sul (S) ou oeste (W) –, limitado respectivamente pelasmarcações verdadeiras NW e NE, NE e SE, SE e SW, e SW e NW, tomadas a partir da posição do sinal.

Curso de Arrais Amador
SINAIS ESPECIAIS

Sinais Especiais. Imagem: reprodução / NORMAM-17

 

Exemplos de Balizamento (Normam-17/DHN)

Entrada de Porto período diurno. Imagem: reprodução / NORMAM-17

 

Entrada de Porto período noturno. Imagem: reprodução / NORMAM-17

 

Curso de Arrais Amador

SINALIZAÇÃO DE PONTES

Sinalização de Pontes. Imagem: reprodução / NORMAM-17

Curso de Arrais Amador
Direções convencionais em um rio

 

– Direção convencional do balizamento marítimo: Sentido de JUSANTE para MONTANTE (subindo o rio)
– Na sinalização Fluvial, entende-se por margem esquerda a margem do LADO ESQUERDO de quem DESCE O RIO (navegando de MONTANTE para JUSANTE).

Sinalização Náutica Margem Direita. Imagem: reprodução / NORMAM-17

 

Sinalização Náutica Margem Esquerda. Imagem: reprodução / NORMAM-17

 

Sinalização Náutica Independente da Margem. Imagem: reprodução / NORMAM-17

 

Compilado por: clubedoarrais.com. O seu Guia Náutico na web!
Fonte de consulta: NORMAM-17/DPC.

 

RECEBA NOVIDADES EM SEU EMAIL

Não se preocupe. Não enviamos Spam!

  1. José Julio de Souza 19/11/2015 às 13:59

    muito obrigado pela oportunidade.

  2. FRANCISCO VICENTE DA SILVA FILHO 24/01/2016 às 09:47

    Parabéns pela utilidade pública, bons ventos!

Register New Account
Reset Password
Compare items
  • Total (0)
Compare
0